Diário das Mamães: Jaqueline Nunes

Padrão

fundo floral

Oi gente,tudo bem?

Infelizmente atrasei um pouquinho com o “Diário das Mamães”,porque o Pedrinho anda numa fase muito agitada. Agora que já pega tudo não para um minuto hahah,aí fica mais difícil de atualizar aqui,mas atualizo todos os dias o meu instagram ( @euvoudemoda ) e a fanpage do blog ( https://www.facebook.com/blogeuvoudemoda ).

Hoje mais uma mamãe vem dar seu depoimento e a convidada de hoje é a mamãe da Emily de 3 aninhos e que compartilha com a gente suas andanças no mundo materno…

diariodasmamaesjaque

” Olá, meu nome é Jaqueline, tenho 21 anos e uma menina linda de 3.
A descoberta da minha gravidez foi bem complicada, eu tinha apenas 17 anos, estava num relacionamento com uma pessoa nada certa. Tinha uma relação conturbada com meu pais por causa do dito namoro, então, os problemas vieram em dobro.
Sem planejamento nenhum e sem apoio emocional, cada dia foi uma luta particular de aceitação e de planejamentos futuros. Mas a mãe natureza sabe o que faz, e sabe nos guiar pelos caminhos da vida. A partir do momento que percebi que tudo aquilo faria parte de mim, e mudaria quem eu era, as coisa começaram a fluir naturalmente.
Minha gravidez foi super tranquila, sem nenhuma complicação de saúde, sendo que o acompanhamento médico de todo mês só mostrava resultados satisfatórios, então, quanto a isso não tenho o que falar.
Como toda mamãe gravida ficava super curiosa com o novo mundo que vinha descobrindo a cada dia, e com todas as minhas dúvidas resolvi fazer um curso de gestante, que super recomendo para mamães de primeira viagem ou não, pois no meu curso tinha muitas mamães de terceira viagem ainda cheias de dúvidas a serem saciadas.
A escolha do nome acho que foi a parte mais complicada, eu já estava de uns 8 meses e ainda não tinha escolhido, havia apenas dado um apelido carinhoso mais o nome mesmo não havia decidido, diante de muita pesquisa e muitas opções resolvi escolher aquele que me imaginava chamando minha menina, no fim, foi um alívio fazer a bendita escolha, kkkkkkk.
O meu parto, ao contrário da gravidez, não foi tão tranquilo assim. Ocorreram alguns erros, como a precipitação do médico em me internar achando que eu já ia ter um parto normal, e dos médicos dos plantões seguintes que não viram que o primeiro médico tinha errado no seu diagnóstico, lá fique eu, durante 2 dias, sendo induzida a entrar em trabalho de parto, sendo que meu bebê ainda não queria nascer. Depois de dois dias exaustivos sem dormir e passando dor, uma luz iluminou a médica de plantão e ela resolveu cessar minha dor e fazer uma cesariana , que a princípio era um grande medo meu, mais que no fim acabou me aliviando de tudo aquilo. Fiquei super tranquila e logo ouvi o choro da minha menina, que não durou muito mais fez meu coração bater mais forte, e quando vieram me trazer ela, ela estava quietinha, de olhos bem abertos, só nos observando, uma cena que nunca vou esquecer.
A partir dali o instinto materno prevaleceu. Tive alguns problemas com a amamentação, já que ela era um bebê pequeninho e eu não tinha o bico do seio bem formado, mais tudo se ajeitou com o passar dos dias. Os primeiros dias foram super tranquilos, algumas noites em claro com a ajuda da avó, porque sem ela a mamãe aqui teria dormido em pé algumas vezes.
O único problema mesmo foram as cólicas que apareceram por volta de um mês, e duraram até os três meses, que fizeram meu bebe chorar bastaaaaante e viver de barriga para baixo. Mais como tudo, isso é só uma fase, coisa que parece que não vai passar nunca, mais quando você se da conta, já está com saudade.
E nessas andanças ainda jovem nesta vida de mãe uma coisa que realmente aprendi foi que não importa o quanto você acha que sabe sobre a vida, no fim você aprende que não sabe de nada, e também que sua mãe tinha razão na maioria das vezes, e que seja qual for o sacrifício que você terá que fazer por seu filho, você fará, por que não a amor maior que esse, e não a maior recompensa do que vê-los bem e felizes. ”

diariodasmamaesjaque2

diariodasmamaesjaque1

A cada depoimento me emociono e me identifico… Espero que esta sensação esteja acontecendo com vocês também!

E até a próxima :*

Uma resposta »

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s